É proibida a entrada a quem não andar espantado de existir.
.posts recentes

. Mais outra sugestão music...

. Sugestões musicais

. Sugestão musical

. São quatro anos, afinal

. Não existo.

. Vicky Cristina Barcelona:...

. Momentos de felicidade

. uma sugestão para ler

. EU VOU!!!

. Kafka

.arquivos

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Junho 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Junho 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Setembro 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Setembro 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Janeiro 2005

. Novembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

.pesquisar
 
.Fevereiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
.tags

. todas as tags

Domingo, 15 de Maio de 2005
O HOMEM
O homem começa a notar as suas primeiras deficiências corporais. Os primeiros sinais de velhice, talvez. Alguma barriga, a pele menos perfeita…
O homem dá por si preocupado com coisas que nunca esperava antes preocupar-se.
O homem não sabe se está onde e como deveria estar, pois nunca conseguiu responder às perguntas: “onde estará daqui a x anos”
O homem sente-se perdido, e, com 31 anos, apercebe-se que no fundo, ainda é uma criança.
publicado por ladoc às 06:31
link do post | comentar | favorito
|
blogs SAPO
.subscrever feeds